Províncias

Directora da Família defende eliminação da discriminação nas actividades do lar

A directora provincial do Huambo da Assistência e Reinserção Social, Maria Lucília, apelou, no sábado, para o respeito no seio familiar, para a edificação e manutenção de uma sociedade saudável.

O Dia Internacional da Família foi celebrado em todas as províncias do país
Fotografia: Jornal de Angola

A directora provincial do Huambo da Assistência e Reinserção Social, Maria Lucília, apelou, no sábado, para o respeito no seio familiar, para a edificação e manutenção de uma sociedade saudável.
Maria Lucília, que discursava no Lar de Acolhimento de Idosos de Chivela, onde decorreu o acto provincial do Dia Internacionalmente da Família, realçou a importância do amor ao próximo e referiu que as mulheres devem acabar com a discriminação nas actividades domésticas. “Rapazes e raparigas devem ser responsáveis pelas actividades domésticas desde a infância, sem discriminação”, defendeu.
Para Maria Lucília, a maioria dos casos de violência que ocorrem actualmente são consequência de actos machistas e de revolta feminina. A directora provincial do Huambo da Assistência e Reinserção Social aconselhou os cidadãos a gerirem de forma regrada os recursos familiares, já que muitas brigas são motivadas pela falta de coordenação e ajuda entre os cônjuges.
Maria Lucília recomendou as famílias a acabarem com as acusações de prática de feitiçaria, pois as acusações infundadas causam a desestruturação de lares. A recusa da paternidade por alguns pais também foi referida como uma forma de violência que causa muito sofrimento no seio de muitas famílias angolanas.
A representante da Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, Rebeca Somayakuenje, fez um historial da instituição do 15 de Maio e reafirmou os esforços do Estado para a estabilidade do país, em prol do bem-estar das famílias angolanas.
Ainda em alusão à jornada da família, que este ano decorreu sob o lema “Juntos na moralização da família e da sociedade”, a Direcção Provincial do Huambo da Família e Promoção da Mulher realizou palestras e fez visitas a casais reconciliados. Até ao dia 31 de Maio, data do encerramento da jornada, estão programadas visitas à fábrica de plásticos e à empresa Cuca e marcada uma reunião para debate da questão do género.

Tempo

Multimédia