Províncias

Docente incentiva criação de viveiros

O professor da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) da Universidade José Eduardo dos Santos, David Ariza Mateos, incentivou quinta-feira, no Huambo, a criação de viveiros comunitários, atendendo a alguns dos seus benefícios.

O professor da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) da Universidade José Eduardo dos Santos, David Ariza Mateos, incentivou quinta-feira, no Huambo, a criação de viveiros comunitários, atendendo a alguns dos seus benefícios.
Ao dissertar sobre o tema “viveiros florestais”, durante a formação sobre princípios e métodos para o reflorestamento, promovida pelo projecto de gestão sustentável de terra (Elisa), o académico considerou que a construção e manutenção de viveiros comunitários é um processo de inclusão social nas comunidades.
Explicou que os viveiros comunitários podem ainda contribuir para a profissionalização das pessoas envolvidas na criação dos mesmos, a geração de renda, o acesso a empregos e postos de trabalho.
David Mateos aconselhou os potenciais criadores de viveiros comunitários no sentido de promoverem actividades que provoquem a inclusão social.
Sublinhou que as práticas a serem desenvolvidas nos viveiros comunitários também devem estimular a actuação do grupo envolvido, sendo que tais acções terão de levar em consideração os actores implicados na gestão dos recursos naturais (instituições públicas e privadas) e os membros das comunidades.

Tempo

Multimédia