Províncias

Docentes aperfeiçoam conhecimentos

Victória Quintas| Huambo

Docentes da Faculdade de Medicina Veterinária, da Universidade José Eduardo dos Santos, terminaram ontem, no Huambo, uma acção de formação metodológica e pedagógica.

Estão a ser criadas todas as condições no sentido de se atingir a excelência universitária
Fotografia: Jornal de Angola

Docentes da Faculdade de Medicina Veterinária, da Universidade José Eduardo dos Santos, terminaram ontem, no Huambo, uma acção de formação metodológica e pedagógica.
Durante três dias, os docentes aprenderam novas regras e procedimentos a seguir no presente ano lectivo 2013, no quadro da organização da instituição.
O decano da Faculdade de Medicina Veterinária, Fernando Maia, esclareceu que, com esta formação, a instituição pretende melhorar os programas, atitudes e conhecimentos dos docentes, para que a prestação de cada um seja melhor ao longo do ano lectivo 2013.
Fernando Maia disse que a instituição está a trabalhar no sentido de atingir a excelência universitária e passar a ser de referência. Por isso, frisou, todos os anos, antes do começo do ano lectivo, vai ser feita uma formação académica, para actualizar os conhecimentos dos docentes. O decano Fernando Maia disse ter tomado nota das preocupações levantadas pelos estudantes durante o campo de férias dos estudantes universitários.
“Os estudantes clamam por docentes com melhores qualidades de formação académica e científica, capazes de atender os desafios que se impõem, e nós estamos a trabalhar para que, tão logo comecem as aulas, sejam minimamente ultrapassados esses problemas,” garantiu.Fernando Maia referiu que, este ano lectivo, vão ser envidados mais esforços para que as expectativas dos estudantes possam ser resolvidas e, em conjunto, trabalhar para atingir um bom patamar.
Anunciou, ainda, a realização de um curso de agregação pedagógica, no final do primeiro semestre, para melhorar o desempenho dos docentes. O curso vai ser organizado pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED).
No presente ano lectivo a faculdade recebeu 50 novos estudantes, perfazendo, assim, um total de 450, do primeiro ao quinto ano. As aulas são ministradas por 65 docentes nacionais e estrangeiros.
Na província do Huambo estão em funcionamento, além da Faculdade de Medicina Veterinária, as Faculdades de Medicina e Ciências Agrárias (FCA), Direito, Economia e o Instituto Superior Politécnico, afectos à Universidade José Eduardo dos Santos.
Está ainda em funcionamento naquela província o Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED).
Durante três dias, os docentes aprenderam novas regras e procedimentos a seguir no presente ano lectivo 2013, no quadro da organização da instituição.
O decano da Faculdade de Medicina Veterinária, Fernando Maia, esclareceu que, com esta formação, a instituição pretende melhorar os programas, atitudes e conhecimentos dos docentes, para que a prestação de cada um seja melhor ao longo do ano lectivo 2013.
Fernando Maia disse que a instituição está a trabalhar no sentido de atingir a excelência universitária e passar a ser de referência. Por isso, frisou, todos os anos, antes do começo do ano lectivo, vai ser feita uma formação académica, para actualizar os conhecimentos dos docentes. O decano Fernando Maia disse ter tomado nota das preocupações levantadas pelos estudantes durante o campo de férias dos estudantes universitários.
“Os estudantes clamam por docentes com melhores qualidades de formação académica e científica, capazes de atender os desafios que se impõem, e nós estamos a trabalhar para que, tão logo comecem as aulas, sejam minimamente ultrapassados esses problemas,” garantiu.Fernando Maia referiu que, este ano lectivo, vão ser envidados mais esforços para que as expectativas dos estudantes possam ser resolvidas e, em conjunto, trabalhar para atingir um bom patamar.
Anunciou, ainda, a realização de um curso de agregação pedagógica, no final do primeiro semestre, para melhorar o desempenho dos docentes. O curso vai ser organizado pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED).
No presente ano lectivo a faculdade recebeu 50 novos estudantes, perfazendo, assim, um total de 450, do primeiro ao quinto ano. As aulas são ministradas por 65 docentes nacionais e estrangeiros.
Na província do Huambo estão em funcionamento, além da Faculdade de Medicina Veterinária, as Faculdades de Medicina e Ciências Agrárias (FCA), Direito, Economia e o Instituto Superior Politécnico, afectos à Universidade José Eduardo dos Santos.
Está ainda em funcionamento naquela província o Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED).

Tempo

Multimédia