Províncias

Docentes aprimoram conhecimentos

Justino Vitorino| Londuimbali

Um total de 102 professores do ensino primário do município do Londuimbali, província do Huambo, foi capacitado sobre água, ambiente, saneamento, higiene, saúde e educação, para contribuir para o combate às doenças tropicais negligenciadas e ajudar a promover o bem-estar nas comunidades.

Durante duas semanas os professores abordaram vários assuntos que visam combater as doenças tropicais negligenciadas
Fotografia: Miqueias Machangongo

A iniciativa é da Organização Não Governamental Mentor, em colaboração com o governo provincial e o Unicef. Durante duas semanas de formação, os docentes abordaram temas como a “Estruturação metodológica”, “O perfil do professor”, “Fases de ensino”, “Objectivos e os procedimentos de uma sala de aula” e discutiram também temáticas ligadas à avalização da aprendizagem e à legislação laboral, além da actualização de conhecimentos pedagógicos.
No final da formação, o administrador em exercício do município, Bento Ngandula, pediu aos formados para aplicarem os conhecimentos adquiridos ao longo do curso, acrescentando que o funcionamento com sucesso do sector da Educação passa, necessariamente, pela preparação pedagógica e científica do educador.
Bento Ngandula chamou atenção aos professores, para terem o máximo cuidado na transmissão dos conhecimentos, visto que “se a criança não estiver bem formada o futuro do país estará comprometido.”
A coordenadora do projecto de Combate às Doenças Tropicais Negligenciadas, Ellen Catalan , apelou igualmente aos profissionais da Educação envolvidos na formação para tirarem o maior proveito do ciclo formativo, por constituir uma das ferramentas que vão garantir uma vida melhor às populações.
Ellen Catalan lembrou que a primeira fase do programa começou em 2013, com a distribuição de albendazol e formação de professores e enfermeiros para servirem de difusores das medidas preventivas, para assegurar uma vida saudável nas comunidades.
A responsável recordou que o Governo tem como prioridade erradicar as doenças tropicais negligenciadas, daí a importância da implementação deste projecto, e aconselhou os directores de escolas a constituírem núcleos compostos por professores, líderes comunitários e alunos, para a promoção da saúde.
Ellen Catalan informou que a sua organização vai continuar a trabalhar com o Governo da Província do Huambo no programa de erradicação das doenças tropicais negligenciadas, para garantir a saúde pública.
No quadro do lançamento do projecto, a ONG Mentor tem distribuído kits de higiene, constituídos por baldes, enxadas, pás, sabão, produtos de desinfecção e depósitos de água potável, em vários municípios da província do Huambo.
O sector da Educação, no município de Londuimbali, conta com 627 professores do ensino primário, segundo o administrador em exercício.

Tempo

Multimédia