Províncias

Elogiado trabalho dos professores

Estácio Camasete | Huambo

O director provincial do Huambo da Educação, Manuel do Amaral, elogiou a contribuição dos professores para a melhoria da qualidade de ensino, durante o ano lectivo findo.

A previsão da Educação é diminuir o número de alunos fora do sistema do ensino no próximo ano lectivo com a construção de mais escolas
Fotografia: Nuno Flash |

No balanço que apresentou, Sampaio do Amaral considerou promissor o próximo ano, revelando que, em 2013, houve um aproveitamento escolar na ordem dos 82 por cento, o que mostra, na sua perspectiva, a entrega dos professores na concretização das orientações do Ministério da Educação.
“O aproveitamento na ordem dos mais de 80 por cento, da iniciação ao ensino secundário, é resultado do empenho dos professores, educadores e das autoridades locais, que procuraram, diariamente, mais qualidade na arte de ensinar”, sublinhou.
Sampaio do Amaral disse que, contrariamente aos anos anteriores, muitos professores empenharam-se e estão a cultivar o sentimento do dever, mas criticou o absentismo de um número ainda elevado de docentes.
Em 2013 estiveram matriculados na província cerca de 600 mil alunos da iniciação ao II ciclo do ensino secundário, com um suporte de 23 mil professores.
Em 2008 havia 127 mil crianças fora do sistema de ensino, mas actualmente este número caiu para 40 mil. A previsão dos responsáveis da Educação é diminuir para metade no próximo ano lectivo, com a construção de mais escolas e o enquadramento de novos professores. A província do Huambo tem cerca de 1.068 escolas, totalizando mais de 4.582 salas de aulas.
Actualmente, estão em construção ou reabilitação mais 15 em diferentes municípios, para absorver um maior número de crianças.

Tempo

Multimédia