Províncias

Empresas foram intimadas a pagar salários antes da festa

Justino Vitorino | Huambo

O Governo Provincial do Huambo intimou ontem as empresas públicas, privadas e demais entidades empregadoras a pagarem os salários e subsídios de Natal aos trabalhadores antes do dia 25.

Pretende-se evitar longas filas nos bancos
Fotografia: Jornal de Angola

O Governo Provincial do Huambo intimou ontem as empresas públicas, privadas e demais entidades empregadoras a pagarem os salários e subsídios de Natal aos trabalhadores antes do dia 25.
Francisco Mendes, chefe de inspecção do trabalho da Direcção Provincial do Ministério do Emprego e Segurança Social (MAPESS) disse que os empregadores que não efectuarem o pagamento de salários e subsídios de Natal antes do dia estipulado incorrem em multas, que vão de quatro a oito vezes o salário médio mensal praticado na empresa.
O chefe da Inspecção do Trabalho no Huambo referiu que a exigência se deve ao facto de se aproximar mais uma quadra festiva e criticou algumas empresas que se têm furtado ao pagamento dos respectivos salários e subsídios de Natal aos seus trabalhadores, afirmando que violam o artigo 165º, da Lei Geral do Trabalho. “ A nossa Lei Geral do Trabalho prevê que todas as empresas devem pagar os subsídios de Natal e de férias, estes são obrigatórios e todos os trabalhadores têm direito aos mesmos sem excepção”, frisou. Francisco Mendes apelou a todos os empregadores para acatarem as orientações e prometeu que após o dia 25 de Dezembro a Direcção Provincial do MAPESS vai tomar medidas contra aqueles que incumprirem.

Tempo

Multimédia