Províncias

Ensino médio chega a Catata

Justino Vitorino | Catata

O governador do Huambo, Kundi Paihama, inaugurou quarta-feira a primeira escola do ensino secundário na comuna de Catata, município da Caála, o que faz com que os alunos do ensino médio deixem de percorrer longas distâncias para dar sequência aos estudos.

O governador inaugurou escola na Caála
Fotografia: Francisco Lopes | Huambo

A escola, construída de raiz, tem nove salas com capacidade de acolher, este ano lectivo, 980 alunos, em três períodos.
 Tem um laboratório de informática, totalmente equipado com meios modernos, sala de professores, secretaria, casas de banho, gabinetes para directores, parque de estacionamento e áreas administrativas.
A construção da escola foi financiada pelos associados do Bloco 15 da Sonangol, por intermédio da companhia Esso Angola Exploration e a Liga 4 de Abril.
 Kundi Paihama disse que o Governo Provincial está apostado na promoção da formação dos futuros homens, em particular da região do Planalto Central.  O governador sublinhou que o Governo do Huambo e os seus parceiros sociais vão continuar a desenvolver esforços para construir mais escolas na província, para inserir mais crianças no sistema normal de ensino.
Kundi Paihama pediu às populações, encarregados de educação e alunos para preservarem a escola, por ser um património público que deve servir às gerações vindouras.
O director para as relações públicas e comunitárias da companhia Esso Angola Exploration, Miguel Cordeiro, disse que a construção da escola do ensino secundário na comuna de Catata traduz a vontade e o desejo do Chefe de Estado em ver a educação e o ensino chegar a todos os cantos de Angola.
O representante da Liga 4 de Abril, Mondlane Pereira, uma das parceiras, manifestou que a escola vai encurtar os 83 quilómetros antes percorridos pelos mais de cem alunos do II ciclo do ensino secundário da comuna até à sede do município da Caála.
O administrador comunal de Catata, Simão Chinduva, agradeceu o gesto do patrocinador do projecto e disse que o empreendimento é gratificante por ser o primeiro na comuna.
 “A juventude de Catata está de parabéns, porque anteriormente terminava os seus estudos apenas na oitava classe e agora já pode continuar os seus estudos aqui”, disse.
O sector da Educação na comuna de Catata matriculou no presente ano lectivo 14.956 alunos da iniciação ao ensino médio.
Com a inauguração da primeira escola do ensino médio, Catata passa a contar com sete estabelecimentos escolares oficiais, além de comunitários, construídos nas comunidades rurais, com o apoio do Governo Provincial. O ensino é garantido por 357 professores. 

Tempo

Multimédia