Províncias

Escolas do ensino primário recebem fundos para gestão

Estácio Camassete| Huambo

Cinquenta e oito Escolas do ensino primário da província do Huambo beneficiaram de fundos próprios, que vão ser geridos pelos directores.

Cinquenta e oito Escolas do ensino primário da província do Huambo beneficiaram de fundos próprios, que vão ser geridos pelos directores, no âmbito do programa de cooperação entre o Ministério da Educação de Angola e o Projecto de Apoio ao Ensino Primário (PAEP), financiado pela Comunidade Europeia e a UNICEF.
O projecto, que está avaliado em 14,8 milhões de kwanzas, contemplou, no município sede, 17 escolas com quatro milhões. Cinco escolas do Bailundo vão receber 1,4 milhões de kwanzas. No município da Caála foram seleccionadas oito escolas, que vão receber 2,2 milhões kwanzas.
Os restantes nove municípios, dos 11 que compõem a província do Huambo, também foram contemplados. Do município do Katchiungo foram abrangidas cinco escolas, que vão receber 1,2 milhões de kwanzas. Da Tchicala Tcholonhanga foram seleccionadas três escolas, que vão receber 800 mil kwanzas, Tchindjendji tem 600 mil kwanzas para duas escolas e o Ekunha recebe 800 mil kwanzas para três escolas.
O Londuimbali vai receber 600 mil kwanzas para duas escolas, o Longonjo tem direito a um milhão de kwanzas para duas escolas O Mungo vai receber 1,2 milhões de kwanzas para cinco escolas, enquanto o Ukuma vai receber um pouco mais de um milhão de kwanzas para quatro escolas.
O  vice-governador do Huambo para esfera Económica e Produtiva, Deolindo Barbosa, recomendou aos directores das escolas contempladas para desenvolverem projectos úteis, que visem melhorar a qualidade de ensino.

Tempo

Multimédia