Províncias

Estudantes analisam situação da malária

Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade José Eduardo dos Santos participaram numa palestra sobre a situação epidemiológica da malária na província do Huambo, promovida pela direcção provincial da Saúde.

 O coordenador provincial da luta contra malária, Amândio Natito, afirmou que os casos de doença diminuíram. Em 2005 registaram-se 2.105 óbitos, ao passo que em 2012 verificaram-se 30.
 A redução, afirmou, foi conseguida graças à implementação de diversas medidas para o combate à doença, que resultaram na introdução de novos fármacos.
O prelector disse que esta redução tem impacto directo na taxa de mortalidade materno-infantil e deu a conhecer que as principais intervenções de controlo da malária no Huambo assentam no diagnóstico e tratamento, bem como nas medidas preventivas, sobretudo na distribuição de redes mosquiteiras tratadas com insecticida.
 Os testes rápidos têm contribuído positivamente para a melhoria do diagnóstico em todos os municípios e a prescrição de medicamentos reduziu o aparecimento de casos graves.  Amândio Natito informou que os serviços de saúde pública, em parceira com instituições não-governamentais, estão a desenvolver campanhas de pulverização de habitações com insecticida de efeito residual.
 A malária, referiu, é uma doença infecciosa transmitida pela picada do mosquito do género anophele fêmea.

Tempo

Multimédia