Províncias

Executivo investe forte na agropecuária

Azevedo Faria | Bailundo

Mais de 25 milhões de kwanzas vão ser investidos este ano pelo Executivo em parceria com a fundação espanhola CODESPA e ADRA, na agropecuária para o fortalecimento das cooperativas orientadas para o mercado.

Formação dos criadores de gado é fundamental para a melhoria da produção na região
Fotografia: Jornal de Angola

O projecto foi lançado no município do Bailundo e abrange, numa primeira fase, 17 cooperativas dos municípios do Bailundo, Chicala Cholohanga, Catchihungo e Caála, no Huambo, e dos municípios de Andulo, Calussinga e Catabola, na província do Bié.
A administradora adjunta do Bailundo, Dolina Miguel, considerou a formação dos cooperadores um mecanismo importante para melhorar a produção e a produtividade, e pediu um maior empenho dos dirigentes das cooperativas no exercício das actividades agrícolas.
“Ao fortalecermos as cooperativas, estamos a garantir passos seguros para o funcionamento das actividades agropecuárias nas comunidades, combatendo, desta forma, a fome e a pobreza”, afirmou.
O responsável da CODESPA, Borja Monreal Gainza, afirmou que o objectivo é consolidar o funcionamento das cooperativas, para garantir o abastecimento de produtos aos mercados e abundância de alimentos. O projecto em curso vai ser desenvolvido durante 18 meses.
A directora da ADRA no Huambo, Maria de Lassaleth, realçou a necessidade de haver coordenação entre as cooperativas e os associados e a importância do cooperativismo no actual contexto do desenvolvimento do país.
“É uma forma que os cidadãos têm de colectivamente contribuírem para o crescimento das suas localidades, através de diferentes vertentes de prestação de serviços e acesso aos meios de produção, como sementes, fertilizantes herbicidas e insecticidas”, referiu. 
O presidente da cooperativa Yovo, do Andulo, na província do Bié, Valentino Chicoqua, disse que têm encontrado muitas dificuldades para escoar os produtos para os mercados da vila do Andulo e Malange, por falta de transporte.
O representante da cooperativa União, que engloba todas as cooperativas do município do Bailundo, na província do Huambo, Francisco Vemba, reconheceu que a formação em gestão agrícola vai continuar a ser umas das grandes prioridades na vida daquela   associação.

Tempo

Multimédia