Províncias

Exigido mais rigor no combate à pobreza

Justino Victorino | Huambo

O vice-governador do Huambo para o sector Político, Económico e Social, José Cornélio, exortou os administradores municipais a melhorarem o desempenho na execução de diversos projectos, incluindo os do Programa Integrado de Desenvolvimento Local e de Combate à Pobreza.

Agricultores estão a receber apoios do Governo Provincial
Fotografia: Edições Novembro

Segundo José Cornélio, que orientava ontem a V sessão ordinária da Unidade Técnica de Combate à Po-breza, na qualidade de coordenador provincial, os gestores públicos devem prestar atenção aos procedimentos de monitorização e prestação de contas, na execução dos programas de combate à pobreza, por meio de relatórios mensais e trimestrais. 

O vice-governador do Huambo para o sector Político, Económico e Social garante que o objectivo é assegurar a execução das tarefas identificadas como prioridade pelos administradores municipais. “A intenção é melhorar o nível e a qualidade de vida das populações que se encontram em situação de vulnerabilidade, com base nas políticas de inversão, de forma paulatina, do impacto negativo da pobreza.”
José Cornélio realçou ainda que a execução eficiente desse processo exige que os administradores municipais sejam mais dinâmicos e rigorosos na actuação, com o propósito de melhorar a qualidade de vida das populações.
Para a secretária geral do Governo da Província do Hu-ambo, Emília Salomão, os administradores municipais devem engajar-se mais no acompanhamento da implementação do Programa de Combate à Pobreza.

Tempo

Multimédia