Províncias

Faculdade abre curso de mestrado

Victória Quintas| Huambo

A faculdade de Economia da Universidade José Eduardo dos Santos lançou ontem, no Huambo, dois cursos de mestrado, nas especialidades de Ciências Empresariais e Contabilidade e Fiscalidade e Finanças Empresariais, com mais de 70 formandos.

Docentes e mestrandos posam para a posteridade após o anúncio dos novos cursos
Fotografia: Victória Quintas

A faculdade de Economia da Universidade José Eduardo dos Santos lançou ontem, no Huambo, dois cursos de mestrado, nas especialidades de Ciências Empresariais e Contabilidade e Fiscalidade e Finanças Empresariais, com mais de 70 formandos.
A Secretária de Estado para a Inovação, do Ministério do Ensino Superior, Maria Augusta, disse que a formação vai dotar os recursos humanos de competências necessárias para a solução adequada dos problemas da sociedade e melhorar o desempenho dos quadros. Garantiu que o Ministério do Ensino Superior vai continuar a acompanhar todas as acções da Universidade José Eduardo dos Santos, desde a área de graduação, pós-graduação, formação permanente de quadros e acompanhamento aos docentes e trabalhadores. Felicitou a Universidade José Eduardo dos Santos pelo facto de ter conseguido abrir cinco cursos de mestrado em três anos de existência.
O vice-governador para o sector económico, Francisco Fato, disse que o Governo tem estado a trabalhar na estruturação da economia da província, com base no seu potencial de recursos.  
Francisco Fato referiu que todo o esforço empreendido pelo Executivo só tem êxito se existirem recursos humanos competentes e eficientes, “pois não é possível a subsistência e o desenvolvimento sem a gestão adequada dos recursos reais e potenciais disponíveis”. Francisco Fato frisou que os cursos de mestrado vão preencher a lacuna de docentes diferenciados, necessários para a faculdade de Economia, viabilizando a formação de licenciados mais qualificados e a produção de teses de mestrado relacionados com as condições reais da economia.                                                                                   
Os cursos estão assegurados por docentes do Instituto Superior de Economia de Gestão (ISEG) da Universidade Técnica de Lisboa, de Portugal.   O representante do ISEG, Paulo Lopes Henriques, disse que o curso de mestrado é fruto de um acordo de cooperação celebrado entre o ISEG e a Faculdade de Economia da Universidade José Eduardo dos Santos. Paulo Lopes Henriques explicou que o mestrado de contabilidade, fiscalidade e finanças empresariais é mais técnico que o de ciências empresariais que é generalizado, mas ambos têm o mesmo grau de exigência e são trabalhosos.
O curso é desdobrado em dois módulos, sendo um ano para a parte curricular, com aulas presenciais e o segundo ano para o estudo independente e que exige dos estudantes esforço redobrado.
Com a abertura destes cursos, a Universidade José Eduardo dos Santas conta agora com quatro cursos de mestrado: direito, produção e tecnologia de alimentos, agronomia e recursos naturais.
O reitor da Universidade, Cristóvão Simões, disse que estes cursos se enquadram nos esforços para a diferenciação dos docentes com vista a garantir a melhoria da qualidade dos cursos e da própria instituição.

Tempo

Multimédia