Províncias

Falso cirurgião preso pela Polícia

Um indivíduo de 60 anos foi detido na última semana, na comuna do Hengue, município do Bailundo,  província do Huambo, por realizar uma cirurgia médica a um cidadão de 44 anos, que morreu enquanto decorria a operação.

De acordo com  o director do gabinete provincial de comunicação institucional e imprensa da Polícia Nacional, intendente Martinho Kavita Satito, o falso médico não tem qualquer formação que o habilita a realizar intervenções cirúrgicas. É um burlão. “Foi detido por efectuar uma operação cirúrgica de um tumor no pescoço da vítima, mas foi mal sucedido, uma vez que não é  cirurgião”, explicou o intendente Satito. Um outro cidadão, de 32 anos, foi detido no bairro Lufefena, arredores da cidade do Huambo, por ter espancado até à morte uma bebé de um ano.

Tempo

Multimédia