Províncias

Falta de transporte condiciona vacinação

A falta de transporte e logística pode inviabilizar a realização, este ano, da campanha de vacinação contra a raiva no município da Caála, província do Huambo, informou ontem à Angop a responsável da Zona Pecuária da Região Sul da província, Filomena da Silva.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

Segundo a responsável, a extensão do município obriga que se tenha meios de locomoção, para que os vacinadores possam atingir todas as localidades, de modo que nenhum animal de estimação fique sem a vacina anti-rábica.
Além desta preocupação, que pode vir a ser solucionada pela administração do município, Filomena da Silva apontou a falta de recursos financeiros para o pagamento dos vacinadores e garantir alimentação para os mesmos.
Lembrou que os 18 técnicos que participaram nas últimas campanhas de vacinação, em 2015 e 2016, até ao momento não receberam os subsídios,situação que inibe os mesmos de voltar a participar.
Caso sejam ultrapassadas estas limitações, prevê-se vacinar 10 mil animais de estimação, entre cães, gatos e macacos, principais transmissores da doença da raiva aos humanos. Há dois anos que não é realizada qualquer campanha de vacinação.

Tempo

Multimédia