Províncias

Falta de esgotos impede na Caála entrega de casas

Marcelino Dumbo | Huambo

A falta de conclusão das obras das redes técnicas de esgotos, água, energia e de telecomunicações nas novas cidades da Caála e do Lossambo, na província do Huambo, estão a condicionar a entrega definitiva das habitações nas localidades aos futuros moradores.

O facto foi revelado ontem pelo secretário de Estado do Urbanismo e Habitação, José Silvestre, durante a visita que efectuou às duas novas centralidades, com o propósito de constatar a evolução das obras a cargo da empresa de construção Kora Angola.
Apesar das habitações possuírem já condições de habitabilidade, as mesmas não podem ser entregues, por causa da situação referida.
O secretário de Estado avançou que estão igualmente em curso obras de equipamentos sociais, como escolas, creches, jardins, entre outros serviços, que devem terminar dentro de seis meses.
José Silvestre salientou ainda que as casas sociais foram construídas no quadro do Programa de Fomento Habitacional “Minha casa, meu sonho”, do projecto imobiliário Kora Angola.
No âmbito do programa de urbanização e construção de fogos habitacionais, pelo menos 200 casas sociais foram já construídas e entregues à juventude, na reserva fundiária do Lossambo.
O Programa de Fomento Habitacional, implementado pelo Executivo, tem estado a facilitar a aquisição de casas, principalmente para os jovens e funcionários públicos.
Actualmente, as autoridades locais têm exortado as empresas executoras destes projectos para respeitaram os prazos contratuais.

Tempo

Multimédia