Províncias

Famílias do Lunje foram apoiadas com alimentação

Juliana Domingos | Huambo

Um total de 158 Famílias da aldeia de Tchindongo, comuna do Lunje, Bailundo, receberam bens alimentares e de primeira necessidade, doados pelo Movimento de Apoio Solidário de Angola (Movangola).

O secretário provincial do Movimento no Huambo, Augusto Roque Sapengo, garantiu que, no âmbito da parceria com o governo local, acções do género vão continuar, no sentido de ajudar a combater a pobreza no seio das comunidades.
Augusto Sapengo exortou as populações da comuna a dedicarem-se à produção alimentar, inscreverem-se em cooperativas e associações de camponeses, para aumentar a colheita, o consumo e as vendas.
O responsável do Movangola prometeu ajudar os camponeses e produtores locais a escoarem os produtos para os principais mercados da província. />O administrador comunal de Lunje, Bento Catchiyo, agradeceu o gesto do Movangola, salientando que toda ajuda de parceiros é bem-vinda, uma vez que contribui para a melhoria das condições sociais das populações e promover o desenvolvimento da região.
Os camponeses da comuna queixam-se da falta de meios de trabalho, como sementes, fertilizantes, enxadas e catanas.
 Para facilitar o escoamento de produtos, as autoridades locais prometem, para breve, a reabilitação das vias terciárias e secundárias, principalmente as que ligam as ombalas à sede da comuna do Lunje.

Tempo

Multimédia