Províncias

Funcionários públicos formados no Huambo

Justino Victorino | Ekunha

A administração municipal do Ekunha vai passar, nos próximos tempos, a liderar e a gerir com maior eficácia os diversos problemas que assolam as comunas e bairros daquela parcela da província do Huambo.

Acção formativa constitui uma mais-valia por ter proporcionado ferramentas importante
Fotografia: Jornal de Angola

Para materializar este objectivo, 31 funcionários públicos ligados à administração municipal terminaram com êxito uma formação sobre liderança e gestão.
A acção formativa, com duração de cinco dias, foi promovida pelo Instituto de Formação da Administração Local (IFAL), no âmbito da política do Executivo de formação de quadros, visando dotar os funcionários de conhecimentos e ferramentas para melhorar as competências de liderança, gestão e tomada de decisão.
 A administradora adjunta do município do Ekunha, Graciana Ngueve Strongue Way, manifestou-se satisfeita pelo empenho dos formandos e da equipa técnica do IFAL, tendo apelado para que se ponham em prática os conhecimentos adquiridos ao serviço das populações. />Durante o ciclo de formação, os participantes discutiram temas relacionados com a elaboração de documentos públicos, processo de desconcentração e descentralização, conceitos, bases e princípios da organização e funcionamento da administração local do Estado, bem como da natureza, atribuições, competências e composição dos órgãos colegiais da administração.
Assuntos que têm a ver com os mecanismos de consulta e diálogo entre as administrações locais do Estado e as suas respectivas comunidades foram também abordados.
Valeriano Lobito Luacuti, um dos formandos, considerou que a acção formativa constitui uma mais-valia por ter proporcionado ferramentas necessárias sobre a elaboração de documentos administrativos.

Tempo

Multimédia