Províncias

Governador anuncia reabilitação da mini hidroeléctrica de Cavango

O governador da província do Huambo, Faustino Muteka, anunciou, no sábado, que será dado início, ainda este ano, à reabilitação da mini hidroeléctrica da localidade de Cavango.

No âmbito das acções visando o aumento da oferta de energia eléctrica várias barragens são construídas ou reabilitadas
Fotografia: Jornal de Angola

O governador da província do Huambo, Faustino Muteka, anunciou, no sábado, que será dado início, ainda este ano, à reabilitação da mini hidroeléctrica da localidade de Cavango.
A barragem vai fornecer energia eléctrica às populações da sede da comuna de Chinhama, à missão da Igreja Evangélica e às aldeias circunvizinhas.
O facto foi revelado durante a uma visita de avaliação do grau de desenvolvimento social e económico da comuna de Chinhama, tendo garantido que o Governo vai reabilitar e adquirir equipamentos modernos para a reactivação da hidroeléctrica, destruída pela guerra. Os trabalhos de reabilitação devem ficar concluídos no próximo ano.
 Além da barragem, as obras compreendem ainda a reabilitação da casa das máquinas, da pequena subestação, das linhas de transportação de energia e a montagem de cabos de baixa tensão e outros equipamentos, indo custar ao governo provincial mais de 20 milhões de dólares. A barragem vai produzir pelo menos 10 megawotts de energia eléctrica.
O governador garantiu aos missionários da missão evangélica da aldeia de Cavango que será igualmente reabilitado o hospital local, com capacidade para internar mais de 100 pacientes, e que irá dispor de um bloco operatório, maternidade, laboratório e uma sala de Raios X.
Referiu ainda que o governo também vai intervir na missão, aumentando o número de salas de aula e de professores, para se reduzir o índice de crianças fora do sistema de ensino nas aldeias circunvizinhas da missão.
Katchiungo/Chinhama

Dirigindo-se à empresa HT, a propósito dos trabalhos de reabilitação e ampliação da estrada Katchiungo/Chinhama, o governador pediu alguma celeridade na obra. Faustino Muteka disse que o mau estado das vias está a contribuir para o fraco desenvolvimento social e económico da comuna.
"O governo quer ver facilitada, dentro de poucos dias, a circulação de viaturas de mercadorias, para que os cidadãos possam fazer as suas trocas comerciais e adquirir o necessário para o seu bem-estar", disse o governador. Além disso, considerou lamentável que se leve entre três a quatro horas para percorrer o troço, “numa altura em que o governo dotou os empreiteiros dos equipamentos para a recuperação das estradas secundárias na região”.
O administrador da empreiteira HT, Jorge Correia, disse estarem já reabilitados 40 dos 85 quilómetros previstos e garantiu que a obra vai terminar em Setembro próximo.
 Explicou que os trabalhos ficaram paralisados devido à chuva, mas acredita que com a época seca será possível cumprir os prazos e repor a circulação de pessoas e bens no troço Katchiungo/Chinhama.
Durante a sua estada na comuna de Chinhama, situada a cerca de 137 quilómetros a Leste da cidade do Huambo, o governador visitou o posto policial, o centro de saúde, o aeródromo e a central eléctrica. Também se encontrou com as autoridades tradicionais e os membros da administração local.
No âmbito das visitas de constatação e de apresentação às populações da província do Huambo, o governador esteve já nos municípios de Thindjenje, Ukuma, Longonjo, Caala, Ekunha, Londuimbali, Katchiungo, Tchicala-Tcholonanga e Mungo.

Tempo

Multimédia