Províncias

Governo do Huambo assina contrato com nova empresa de recolha de lixo

Mário Clemente | Huambo

O governo da província do Hu­ambo assinou na quarta-feira um contrato com uma nova empresa de recolha de lixo, a Evirobak, com vista a melhorar o saneamento básico da cidade.

Governo assina contrato com empresa de limpeza para melhorar a imagem da cidade
Fotografia: Jornal de Angola

O governo da província do Hu­ambo assinou na quarta-feira um contrato com uma nova empresa de recolha de lixo, a Evirobak, com vista a melhorar o saneamento básico da cidade.
O governador Fernando Faustino Muteka disse esperar que, com a entrada em funcionamento da nova empresa, o lixo e as doenças diminuam, e encorajou os trabalhadores a redobrar esforços no sentido de manter a cidade limpa. “Assinámos um contrato com a Evirobak que vai trabalhar connosco. Vamos começar com um grupo pequeno, mas esperamos que venha a crescer, porque queremos que trabalhem no sentido de manter a cidade limpa, porque há meses que atravessamos momentos difíceis”, afirmou. Faustino Muteka adiantou que a recolha de lixo vai aumentar à medida que for havendo mais meios e pessoal.
O director das operações da Evirobak, Paulo Miguel, disse que a empresa dispõe de três compactadoras de 19 metros cúbicos, três tractores, duas basculantes e três varredoras, das quais uma simples. A empresa tem 109 trabalhadores, sendo 65 provenientes da administração. Segundo Paulo Miguel, estão abertas as inscrições para operários de limpeza, para atingir a cifra de 250 trabalhadores.
Numa primeira fase, a empresa vai actuar nas áreas da Rua dos Ministros, Bairro Académico e São João, levando o pessoal a fazer o reconhecimento de outras áreas. Após a assinatura do contrato, a empresa fez a distribuição, porta a porta, de baldes para a recolha de resíduos sólidos, na Rua dos Ministros. 

O governo da província do Hu­ambo assinou na quarta-feira um contrato com uma nova empresa de recolha de lixo, a Evirobak, com vista a melhorar o saneamento básico da cidade.
O governador Fernando Faustino Muteka disse esperar que, com a entrada em funcionamento da nova empresa, o lixo e as doenças diminuam, e encorajou os trabalhadores a redobrar esforços no sentido de manter a cidade limpa. “Assinámos um contrato com a Evirobak que vai trabalhar connosco. Vamos começar com um grupo pequeno, mas esperamos que venha a crescer, porque queremos que trabalhem no sentido de manter a cidade limpa, porque há meses que atravessamos momentos difíceis”, afirmou. Faustino Muteka adiantou que a recolha de lixo vai aumentar à medida que for havendo mais meios e pessoal.
O director das operações da Evirobak, Paulo Miguel, disse que a empresa dispõe de três compactadoras de 19 metros cúbicos, três tractores, duas basculantes e três varredoras, das quais uma simples. A empresa tem 109 trabalhadores, sendo 65 provenientes da administração. Segundo Paulo Miguel, estão abertas as inscrições para operários de limpeza, para atingir a cifra de 250 trabalhadores.
Numa primeira fase, a empresa vai actuar nas áreas da Rua dos Ministros, Bairro Académico e São João, levando o pessoal a fazer o reconhecimento de outras áreas. Após a assinatura do contrato, a empresa fez a distribuição, porta a porta, de baldes para a recolha de resíduos sólidos, na Rua dos Ministros. 

Tempo

Multimédia