Províncias

Governo pede gestão rigorosa dos sectores

Estácio Camassete | Caála

O vice-governador do Huambo para o Sector Político e Social pediu na Caála mais rigor e organização na gestão dos sectores da Saúde e da Educação.

Objectivo das autoridades locais é baixar os índices de mortalidade nas comunidades
Fotografia: Santos Pedro

Guilherme Tuluca lembrou que os directores das escolas e dos centros e postos de saúde têm de saber organizar os sectores para prestarem melhores serviços à população.
 “O director da escola é e deve ser o primeiro inspector no local e os que continuarem a revelar incompetência têm de ser substituídos”, disse e avisou que os professores que faltarem ao trabalho são punidos.
Salientou a importância de serem cumpridos os planos escolares estabelecidos “para se evitar erros do passado”.
O director da Educação, Sampaio do Amaral, prometeu cumprir as orientações do Governo Provincial de ajudar os directores no processo de ensino e aprendizagem.
O município da Caála tem matriculados neste ano lectivo 110 mil alunos, da iniciação ao segundo ciclo de ensino secundário, 243 escolas e 2.471 professores.

Tempo

Multimédia