Províncias

Grupo de crianças morre por asfixia

Victória Quintas | Huambo

Pelo menos sete crianças morreram na madrugada de segunda-feira, no bairro de Camussamba, arredores da cidade do Huambo, vítimas de asfixia, causada por monóxido de carbono libertado por um gerador eléctrico.

Com idades entre os nove e os 15 anos, as crianças foram encontradas mortas no interior de uma residência, após a realização de uma festa infantil. Outras quatro crianças e um jovem de 18 anos, que participaram na festa, encontram-se em coma no Hospital Regional do Huambo.

Polícia Nacional


O proprietário da residência onde ocorreu o incidente, Elias Katoto, que já se encontra a contas com a Polícia Nacional, explicou que a asfixia das crianças aconteceu durante a realização de uma festa, promovida por um dos seus vizinhos.
“O gerador estava a trabalhar fora de casa, mas por razões de segurança decidiram pô-lo-lo no quarto com as janelas abertas. Mesmo assim, o fumo sufocou as mais de 18 crianças, participantes na festa, matando sete e deixando outras quatro em estado grave,” disse Elias Katoto, arrependido e consternado por ter cedido a sua residência a menores de idade.
Os corpos das crianças encontram-se na morgue do Hospital Regional do Huambo.

Tempo

Multimédia