Províncias

Grupo de Jovens deu sangue à hemoterapia do Hospital

Adolfo Mundombe | Huambo

Um grupo de 200 jovens   dou ontem sangue à hemoterapia do Hospital Central do Huambo, numa acção promovida pelo Conselho Provincial da Juventude, com objectivo de minimizar as dificuldades que aquela unidade sanitária apresenta.

Quantidade de sangue doado vai ajudar a salvar muitas vidas principalmente em crianças
Fotografia: Santos Pedro|Edições Novembro

O secretário provincial do Conselho Provincial da Juventude no Huambo, João Lara, disse ao Jornal de Angola a ideia surge em resposta à campanha de doação de sangue lançada em toda a província, com vista a ajudar as instituições sanitárias a minimizar as carências que vivem no dia-a-dia e ajudar a salvar vidas.
“Reconhecemos que doar sangue é, acima de tudo, salvar vida há muitas pessoas. Como sabem, por vezes a o produto escasseia na hemoterapia provincial. “Estamos a dar sangue para ajudar ou minimizar a situação dos doentes que necessitam de transfusão. Hoje são eles, amanhã podemos ser nós”, disse.
João Lara disse que muitos destes jovens se disponibilizaram em apoiar, outros são dadores das associações da sociedade civil, filiados nos diversos partidos políticos e igrejas. o responsável prometeu continuar com a mesma acção em outras unidades sanitárias da província.
O chefe da hemoterapia do Hospital Central do Huambo, Aristides Timóteo, mostrou-se satisfeito com o gesto dos jovens, reconhecendo que o sangue recebido vai ajudar a salvar muitas vidas, principalmente as crianças e adultos que padecem de anemia, malária e pacientes traumatizados por acidentes.
“É necessário que tenhamos todo tipo de sangue, mas o que mais está em falta sãos os do grupos negativos”, disse Aristides Timóteo, para acrescentar que mensalmente são realizadas de 30 a 35 transfusões e para manter o stock do hospital, são precisas  800 bolsas trimestralmente.

Tempo

Multimédia