Províncias

Hectares de terras aráveis desbravados em Ecunha

Justino Vitorino | Ecunha

Cerca de 32 mil hectares de terras aráveis vão ser cultivados  na presente campanha agrícola, no município de Ecunha, província do Huambo, pela Estação de Desenvolvimento Agrário (EDA), anunciou sexta-feira o responsável da instituição, Joaquim Afonso.

Camponeses da região têm recebido vários apoios para poderem aumentar a produção
Fotografia: Edson Fabricío | Huambo

A campanha agrícola envolve 16 mil famílias.  Algumas parcelas foram lavradas por tractores e outras de forma tradicional pelos agricultores organizados em cooperativas e associações, para a produção de batata doce e rena, feijão, milho, mandioca e ginguba.
Joaquim Afonso concedeu apoio aos produtores, com a distribuição de sementes e fertilizantes, e outros "inputs" agrícolas.Os camponeses beneficiaram de instrumentos de trabalho, para alargar as áreas de cultivo e melhorar as condições de vida das famílias. Foram distribuídas cabeças de gado para tracção animal, charruas, enxadas, limas, tractores, catanas, fertilizantes e sementes.Joaquim Afonso anunciou um aumento significativo da produção alimentar na região, na sequência do apoio do governo provincial aos camponeses.
O responsável da EDA lamentou a escassez de meios de transporte para o escoamento dos produtos do campo para os principais mercados da província e do país.

Ajuda do Papagro

Joaquim Afonso disse estar confiante que as perdas de produtos, por falta de meios de escoamento, venham a diminuir, tendo em conta que o Programa de Aquisição de Produtos Agro-pecuários (PAPAGRO), já está implementado na comuna da Calenga.
O PAPAGRO tem como finalidade o escoamento e a comercialização regular da produção interna pelos serviços logísticos e de distribuição de todos os excedentes dos camponeses individuais, cooperativas e associações.

Tempo

Multimédia