Províncias

Hospital estimula investigação científica

Mário Clemente|Huambo

O Hospital Geral do Huambo promove desde quarta-feira as terceiras Jornadas Científicas, com o objectivo de incentivar os profissionais da saúde a investirem na investigação científica, para melhorarem a sua prestação nos serviços.

Vista parcial da cidade do Huambo onde académicos traçam novas estratégias para ajudar a melhorar a assistência médica à população
Fotografia: Jornal de Angola

As jornadas, que decorrem sob o lema “Assistência em ambulatório, uma reflexão no melhoramento do seguimento clínico”, também vão reflectir sobre como aperfeiçoar a assistência médica ambulatória aos pacientes.
As jornadas foram precedidas por vários cursos de actualização e formação dos profissionais de saúde em matérias consideradas prioritárias no acto do atendimento dos pacientes na unidade sanitária.
 A “Neuro cisticercose”, o “Neuro trauma”, “Parto grama”, “Detenção de má formação congénita”, “Cardiopatia congénita” e as “Principais doenças de foro cardiovascular”, são temas a abordar nas jornadas científicas, que decorrem em paralelo com o curso básico de electrocardiograma.
O director do hospital, Cipriano Welema, explicou que durante a actividade também se realiza o curso relacionado com as infecções respiratórias agudas, consideradas como uma das principais causas da mortalidade infantil na província. O Governo pretende, com estas jornadas, incentivar os profissionais a dedicarem-se à investigação científica. “Temos realizado uma série de trabalhos de investigação sobre os principais problemas, no sentido de procurar soluções para os mesmos”, disse.
Welema disse ainda que o hospital atende em média 80 a 90 doentes por dia, vítimas de acidentes de viação.  
O evento termina hoje, com a participação de convidados nacionais e internacionais, designadamente mé­dicos e professores de Cuba, Espanha, Brasil e Portugal, enquanto os nacionais são médicos, enfermeiros, terapeutas, técnicos de diagnóstico de saúde, membros do Ministério da Saúde, do Governo Provincial do Huambo e profissionais da Universidade José Eduardo dos Santos.

Tempo

Multimédia