Províncias

Hospital municipal necessita de espaço

Tatiana Marta | Huambo

O director clínico do Hospital Municipal do Huambo, localizado no sector do Cambiote, Amilton Tavares, afirmou ontem que aquela unidade sanitária precisa de mais camas.

Amilton Tavares referiu que o hospital tem capacidade para internar oitenta doentes e recebe diariamente mais de quinhentos, o que tem tornado difícil o atendimento médico.
“A acomodação numa cama de duas pessoas com diferentes patologias facilita a propagação de doenças”, disse o especialista. Quanto aos casos de malária, referiu que reduziram significativamente em relação aos anos anteriores, devido à melhoria dos serviços e os que se verificam actualmente devem-se em parte à negligência das pessoas que não usam regularmente mosquiteiros tratados com insecticida ou abandonam o tratamento antes do tempo recomendado.
Amilton Tavares lamentou a falta de colaboração da população na prevenção de doenças, o que faz aumentar o número de internados no hospital, a maioria dos quais proveniente das vizinhas províncias do Bié, Cuando Cubango e Cuanza Sul. Aconselha os munícipes a manterem a higiene, a limpeza e a seguirem as orientações sobre os cuidados primários de saúde.  Apontou como principais patologias assistidas na instituição sanitária as doenças respiratórias, diarreicas agudas, má nutrição, pneumonia e febre tifóide, no caso de crianças, enquanto em relação aos adultos abundam os casos de hipertensão arterial, insuficiência renal, cancros, assim como ferimentos por acidentes de viação.

Tempo

Multimédia