Províncias

Huambo planta várias árvores para travar ravinas

Adolfo Mundombe | Huambo

Pelo menos 250 árvores da espécie eucalipto, das duas mil preparadas, foram plantadas, na província do Huambo, nos arredores do aeroporto Albano Machado, próximo à ravina com duas ramificações, por quadros dos ministérios dos Transportes e do Ambiente.

Estão previstas duas mil árvores
Fotografia: Edições Novembro


A finalidade é travar a progressão deste fenómeno natural, que, na província, está a destruir infra-estruturas públicas e habitações em várias comunidades.
A chefe do Departamento Provincial do Ambiente, Gestão dos Resíduos e Serviços Comunitários, Vânia Vaz, disse que esta campanha vai decorrer em zonas da província do Huambo onde existam ravinas já identificadas, acrescentando que foram plantadas, no bairro Sassonde III, 900 espécies de capim elefante gigante.
Vânia Vaz, ambientalista de profissão, apelou às demais instituições públicas e privadas, igrejas, entidades tradicionais e estudantes a aderirem à campanha de plantação de árvores, “a fim de se travar a progressão das ravinas em várias localidades da província do Huambo e preservar também o ambiente”.

Tempo

Multimédia