Províncias

Huambo distribui sementes e instrumentos de produção

O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) na província do Huambo iniciou ontem a distribuição de sementes e instrumentos de produção às famílias camponesas dos 11 municípios da região, para a campanha agrícola 2018/2019.

Fotografia: DR

Estima-se, para a próxima campanha agrícola, a colheita de 102 mil toneladas de cereais, com realce para o milho, 31.500 de leguminosas, 216 mil de raízes e tubérculos. Na campanha anterior foram colhidas da província um mi-lhão 113 mil e 431 toneladas de produtos diversos.
Segundo o responsável do IDA no Huambo, Victorino Chonguela, a disponibilização antecipada dos fertilizantes às Estações de Desen-
volvimento Agrário (EDA) dos 11 municípios, incluindo da comuna da Calenga, visa aumentar os níveis de produção e diversificar os produtos colhidos no campo.
Informou que foram disponibilizadas, nesta primeira fase, 115 toneladas de fertilizantes para o município do Ucuma, 108 para o Chinjenje, 180 na Caála, Ecunha e Longonjo, com 135 toneladas cada, 205 para o Huambo, 140 para o Bailundo, 115 para o Mungo, 140 para o Londuimbali, enquanto que os municípios do Cachiungo e Chicala-Cholohanga receberam cada um deles 120 toneladas.
Em termos de adubos simples, Victorino Chonguela disse que a província conta  com 80 toneladas, que estão a ser distribuídas nos municípios da Caála, com 30 toneladas, Longonjo e Huambo, com 25 toneladas cada, ao passo que em termos de charruas, das dez mil previstas,  a região tem disponível 3.818.
Explicou que cada município vai receber um total de 360 charruas, excepto as re-giões do Bailundo, Cachiungo, Londuimbali e Mungo, que estão a receber, cada um deles, 260 charruas, para tracção animal.
O Instituto de Desenvolvimento Agrícola, de acordo com o seu responsável, vai também distribuir sementes diversas, num total de 700 toneladas, sendo que as 50 disponíveis até agora já estão a ser disponibilizadas às Estações de Desenvolvimento Agrícola, para viabilizar o processo de aquisição por parte dos camponeses.
Victorino Chonguela in-formou que o IDA, com apoio da ADRA e do IRSEM vai apoiar, de forma directa, 25 mil famílias camponesas, das 211.245 controladas pelo gabinete local da Agricultura, que prevê apoiar 90 mil famílias. O apoio técnico aos camponeses vai permitir que tenham maior domínio sobre a utilização das sementes, para aumentar a produção.

Tempo

Multimédia