Províncias

Huambo fomenta produção do café

Justino Vitorino | Huambo

O O Núcleo do café do Huambo prevê produzir, nos próximos três anos, um milhão de viveiros para posterior distribuição aos produtores da província, com o objectivo de fomentar a sua produção na região do Planalto Central, disse, à imprensa, o seu coordenador.

Produzir café em grande escala é uma das grandes apostas do sector agrícola da província de Huambo
Fotografia: Jornal de Angola

 O Núcleo do café do Huambo prevê produzir, nos próximos três anos, um milhão de viveiros para posterior distribuição aos produtores da província, com o objectivo de fomentar a sua produção na região do Planalto Central, disse, à imprensa, o seu coordenador.
Magalhães Alfredo adiantou que a região tem condições para desenvolver a cultura do café mabuba e que o produto pode vir a constituir uma das fontes de receitas para os produtores do Huambo.
Magalhães Alfredo revelou que, para a presente campanha agrícola, vão ser comercializados mais de cinco mil quilos de café mabuba.
O coordenador do núcleo do café no Huambo disse que na próxima campanha agrícola a instituição vai melhorar os níveis de produção, tendo já sido estabelecidas algumas parcerias com várias Organizações Não Governamentais ligadas ao sector agrícola.
O núcleo controla mais de 200 pequenas e médias fazendas produtoras de café.
Para o êxito do programa já foram instalados viveiros na comuna do Mbave, município da Tchicala-Tcholohanga, e Kuketa, município de Londuimbali.
“Estamos a trabalhar com uma organização alemã, que já solicitou a elaboração de um projecto com vista a financiar a actividade”, disse.

Tempo

Multimédia