Províncias

Huambo forma sapadores

Azevedo Faria | Huambo

Mais de 30 jovens terminaram o décimo segundo curso de sapadores, decorrido na Base de Manutenção, Reparação, Conservação de Meios e Equipamentos Especiais de Desminagem, no município da Chicala Cholohanga, no Huambo.

Aumantam os espaços livres de minas para dar lugar a vários projectos de impacto social
Fotografia: Jornal de Angola

O curso teve a duração de um mês e meio e contou com formandos das 18 províncias do país.
O director do Instituto Nacional de Desminagem (INAD), Leonardo Sapalo, afirmou que, de acordo com os estudos feitos, as províncias mais afectadas em minas são as do Cuando-Cubango, Moxico, Bié  e Huambo.
Leornardo Sapalo assegurou que, com a formação de quadros, o país vai ter mais terrenos livres de minas, mais lugares para a construção de várias zonas urbanas, assim como mais espaços verdes para a agricultura e lazer.
“O sector de desminagem está a fazer o seu papel e hoje são visíveis os resultados deste árduo trabalho que, dia após dia, está a criar vários espaços livres de minas e a dar lugar à construção de vários empreendimentos de impacto social, como escolas e hospitais, entre outros”, apontou a fonte.
O administrador da Chicala Cholohanga, Afonso Vieigas, referiu que, com esta formação, foram reforçadas as capacidades de desminagem no país.
O soba Matias Cajamba afirmou, por sua vez, que, com os espaços livres de minas, a população pode cultivar e pastar.

Tempo

Multimédia