Províncias

Huambo paga pensões em atraso

Marcelino Dumbo | Huambo

O pagamento das pensões em atraso de antigos combatentes e veteranos da Pátria residentes na província do Huambo está programado para breve, garantiu o governador do Huambo, Fernando Faustino Muteka, durante um encontro que teve, na quinta-feira, com o grupo de antigos combatentes.

O pagamento das pensões em atraso de antigos combatentes e veteranos da Pátria residentes na província do Huambo está programado para breve, garantiu o governador do Huambo, Fernando Faustino Muteka, durante um encontro que teve, na quinta-feira, com o grupo de antigos combatentes.
De acordo com o governador Faustino Muteka, as autoridades provinciais vão, numa primeira fase, pagar as pensões em atraso dos 5.759 assistidos referentes aos anos de 2009 e 2010 e, posteriormente, liquidar as de 2011.
 “Tudo está a ser feito junto do órgão competente para que a situação dos 5.759 assistidos seja resolvida em breve na província do Huambo”, sublinhou.
No quadro do Programa de Investimentos Públicos (PIP), referiu o governador, vão ser construídas 100 casas para os antigos combatentes da província e reabilitado e apetrechado o Centro de Artes e Ofícios.
A aquisição de instrumentos de trabalho diversos e a continuidade do Programa de Crédito para ajudar a solucionar os problemas básicos dos antigos combatentes e veteranos da pátria, são outras medidas que o governo provincial do Huambo pretende desenvolver.
Os angolanos, saliente-se, celebraram pela primeira vez, no último domingo, 15 de Janeiro, o Dia Nacional dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, data instituída  pela Assembleia Nacional, durante a primeira sessão plenária extraordinária do ano recentemente findo.

Tempo

Multimédia