Províncias

Huambo precisa de espaços de lazer

A criação de mais espaços públicos de lazer na província do Huambo foi sugerida quinta-feira pelo sociólogo Memória Eculica, que reconhece a carência de infra-estruturas onde os cidadãos possam recrear-se.

Em declarações à Angop, disse que a criação de zonas de lazer é indispensável para a construção de uma sociedade harmónica, por possibilitar a interacção entre os frequentadores de tais espaços.
“Sem zonas de lazer, para desanuviar o stress do dia-a-dia, corremos o risco de construirmos uma sociedade stressante e reprimida em termos de convívios socais. O surgimento, na sociedade local, de problemas psico-sociais é reflexo da falta de espaços de lazer e recreio”, argumentou.
Memória Eculica propõe que o governo reabilite e requalifique as zonas de lazer existentes e construa novas, já que são essenciais para a saúde e harmonia.

Tempo

Multimédia