Províncias

Huambo vai beneficiar de energia de Laúca

Adolfo Mundombe/Huambo

A província do Huambo vai receber, a partir de Outubro, energia eléctrica da barragem hidroeléctrica de Laúca, ga-rantiu  o governador João Baptista Kussumua, no final da visita às obras do centro de transformação do Dango.

Governador do Huambo (ao centro) revelou a notícia durante uma visita ao centro de transformação de energia do Dango
Fotografia: Francisco Lopes | Edições Novembro |

“A nova linha de energia vai reforçar a capacidade energética da província, dando resposta aos anseios da população”, disse o governador.
Além das obras  do centro de transformação do Dango, João Baptista Kussumua  foi verificar os trabalhos dos fu-turos postos de captação, tratamento e distribuição de água nos bairros São João, Belém, Cuca e na Avenida Deolinda Rodrigues, nos arredores da cidade do Huambo.
No centro de captação e tratamento de água , o governa-dor disse que o empreiteiro tem de terminar os trabalhos dentro do prazo previs
to. “Acredito que os próximos cinco meses sejam suficientes para a conclusão da obra.”

Alfabetizadoressem salários desde 2015
O coordenador provincial do Huambo do Programa de Al-fabetização e Aceleração Es-colar, Osvaldo Chiquemba, disse ontem que 601 agentes de alfabetização não recebem os subsídios desde  2015.
“Em 2015 foram pagos apenas três meses, deste então os professores trabalham sem receber qualquer avença.  O Ministério da Educação limi-ta-se a dizer  que os salários em atraso serão pagos na totalidade”, informou. Osvaldo Chiquemba, que também é o  responsável pelo sector de Educação de Adultos no Hu-ambo, disse acreditar nas promessas do Ministério da Educação de pagar os salários em atraso nos próximos dias. “O Ministério da Educação enviou-nos um documento, no mês passado, no qual reitera o compromisso do Executivo de pagar os subsídios tão logo haja disponibilidade financeira”, sublinhou. 

Controla de alfabetizandos
Osvaldo Chiquemba  disse que este ano estão inscritos 35 mil  568 aprendentes, dos quais 15 mil 397 homens e 20 mil  171  mulheres do módulo. Para a pós-alfabetização foram inscritos 4 mil  853 alunos do módulo 2, que corresponde à 1ª e 2ª classes, sendo 2 mil e 34 homens e 2 mil e 819 mulheres. No módulo 3, que equivale à 3ª e 4ª classes inscreveram-se 8.294 alunos, dos quais 3 mil 309 masculinos, 4 mil 985 feminino e 308 alunos, que já se encontram na fase experimental do I Ciclo do ensino secundário de adultos que corresponde à 7ª, 8ª e 9ª classes.
Desde o início do ano lectivo foram mobilizados para prestar serviços em todos os municípios da província  agentes alfabetizadores, supervisores, formadores, facilitadores e assessores cubanos  num total de 601 elementos .
Segundo  o Instituto Nacional de Estatística (INE), a província do Huambo tem 384 mil e 114 cidadãos analfabetos, que correspondem a 39,4 por cento.

Tempo

Multimédia