Províncias

Idosos receberam bens alimentares

Idosos do município do Longonjo, a  64 quilómetros da cidade do Huambo, receberam bens alimentares de primeira necessidade, uma oferta da Associação dos Naturais e Amigos da vila.

Os bens de primeira necessidade entregues pela Associação num gesto de solidariedade vão ajudar a minimizar a carência dos idosos
Fotografia: Maria Augusta

O pároco da Igreja Católica do Longonjo, padre Amândio Graça Catula, elogiou a iniciativa da associação, porque proporcionou momentos de alegria e felicidade aos beneficiários.
“É um gesto que vai ajudar 155 idosos, um acto de partilha e de comunhão para que tenham uma quadra festiva alegre”, frisou. Graciana Vatucia e Severino Cameira, de 74 e 85 anos, agradeceram o gesto e disseram que os bens, entre arroz, massa, óleo, farinha de milho e de trigo, chegaram no momento oportuno. A Associação dos Naturais e Amigos do Longonjo ofereceu cadeiras de rodas e uma motorizada ao Hospital Municipal.

Educação no Huambo

O sector da Educação na província do Huambo necessita de mais iniciativas privadas, visando o alargamento da rede escolar e o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem na região. />O chefe da Secção de Ensino Privado da Direcção da Educação, Ciência e Tecnologia do Huambo, Marcelo Lopes, pediu a colaboração dos empresários na criação de mais estabelecimentos de ensino. “O sector da Educação precisa de mais escolas privadas para a dinamização do processo de formação de quadros na província”, sublinhou, reconhecendo a necessidade de uma maior participação do sector privado na vertente de formação, no sentido de apoiar os vários desafios do Executivo, no âmbito do combate ao analfabetismo no seio das populações e contribuir na melhoria da qualidade de ensino.
A Direcção da Educação do Huambo tem 36 instituições privadas de ensino,  das quais 24 legalizadas e 12 em via de legalização.

Tempo

Multimédia