Províncias

Intensificado o combate à exploração ilegal de inertes

O director provincial da Indústria, Geologia e Minas na província do Huambo, Augusto Filipe, defendeu na sexta-feira, naquela cidade, a necessidade de se intensificar a fiscalização e sensibilização das populações, para conter a onda de exploração excessiva de inertes na região.

Já se está a verificar o crescimento de ravinas
Fotografia: Jornal de Angola

O director provincial da Indústria, Geologia e Minas na província do Huambo, Augusto Filipe, defendeu na sexta-feira, naquela cidade, a necessidade de se intensificar a fiscalização e sensibilização das populações, para conter a onda de exploração excessiva de inertes na região.
“Registámos em todos os cantos da província a exploração excessiva e desordenada de inertes por parte das populações e já se verifica o crescimento de ravinas e o corte de circulação rodoviária em muitas vias da província. É necessário intensificar a fiscalização e campanhas de sensibilização das populações sobre o perigo que isto representa”, destacou. Segundo Augusto Filipe, algumas administrações e sobas têm autorizado esse tipo de actividade e muitos exploradores de inertes abandonaram as suas lavras para se dedicarem a esta prática, considerada mais rentável do que a agrícola. Para contrariar esta situação, a sua direcção vai continuar a trabalhar na sensibilização da população, para se evitar uma prática que é um perigo para as comunidades.

Tempo

Multimédia