Províncias

Jovens toxicodependentes recuperados no Huambo

O arcebispo do Huambo, José de Queirós Alves, enalteceu na terça-feira, naquela cidade, a recuperação pela Fazenda da Esperança dos primeiros 15 jovens toxicodependentes, que já foram reintegrados no seio das suas famílias.

Vista parcial da cidade do Huambo onde toxicodependentes estão a ser recuperados
Fotografia: Francisco Lopes | Huambo

O arcebispo do Huambo, José de Queirós Alves, enalteceu na terça-feira, naquela cidade, a recuperação pela Fazenda da Esperança dos primeiros 15 jovens toxicodependentes, que já foram reintegrados no seio das suas famílias.
Em declarações à Angop, o líder da Igreja Católica na província do Huambo assegurou que, nesta altura, 24 jovens do sexo masculino estão a receber tratamento intensivo na Fazenda da Esperança e se aguarda que, dentro de poucos dias, sejam integrados na sociedade, para contribuir para o desenvolvimento do país.
 O prelado realçou que a instituição ainda é pouco conhecida, mas já regista muitos pedidos de pessoas que procuram cura para os seus parentes toxicodependentes, na Missão Católica da Vavayela, numa altura em que o centro tem lugares limitados de internamento.
“Auguramos que as autoridades colaborem no alargamento do espaço de internamento, pois o centro só tem capacidade para 15 jovens”, destacou o bispo.
O arcebispo enalteceu a intervenção do Governo na recuperação das infra-estruturas do magistério primário, das áreas de internamento e da casa das irmãs Teresianas, cujas obras decorrem a bom ritmo, devendo, no próximo ano, voltar a receber crianças e adolescentes

Tempo

Multimédia