Províncias

Kapango tem escola nova

Marcelino Dumbo|Huambo

Mais de 1.600 alunos da cidade do Huambo que anteriormente estudavam em instalações impróprias passaram agora a ter aulas na nova escola primária e do I ciclo do ensino secundário, situada no Bairro Kapango.

A escola vai albergar mais de mil alunos
Fotografia: Jornal de Angola

Mais de 1.600 alunos da cidade do Huambo que anteriormente estudavam em instalações impróprias passaram agora a ter aulas na nova escola primária e do I ciclo do ensino secundário, situada no Bairro Kapango.
Construída no âmbito do programa do governo de inserção de todas as crianças no sistema de ensino e de expansão da rede escolar a nível da região do Planalto Central, o novo estabelecimento de ensino – Comandante Joaquim Kapango – custou aos cofres do Estado angolano mais de 100 milhões de kwanzas. Com 12 salas, gabinete para o director, sala de professores, casas de banho, entre outros compartimentos, a obra teve a duração de seis meses.
Durante o acto de entrega da escola, o governador Fernando Faustino Muteka apontou como principais problemas do sector da Educação na província o número de crianças fora do sistema normal de ensino, distribuição irregular de material didáctico, fraca mobilização de recursos humanos e financeiros para a realização de seminários de formação e de actualização de categorias salariais.
Fernando Faustino Muteka disse que a grande aposta do Governo Provincial do Huambo passa pela prestação de todo o apoio necessário aos gestores escolares, para que os problemas sejam resolvidos de forma paulatina e assim evitar o êxodo de professores das áreas periféricas para as zonas urbanas.  
O governo do Huambo tem perspectivado para 2011 a reabilitação e expansão da rede escolar; realização de acções formativas que visam potenciar técnica e profissionalmente o quadro docente, conclusão da actualização de categorias e realização, de maneira transparente, de concurso público para admissão de novos professores.
No âmbito do Programa de Investimentos Públicos estão em construção quatro escolas, com seis salas cada, nos municípios do Ekunha, Mungo, Tchindjendje e Tchicala-Tcholohanga.

Tempo

Multimédia