Províncias

Lanche escolar para milhares de estudantes

Pelo menos 5.259 alunos do ensino primário das comunidades rurais do interior do município da Caála, a cerca de 23 quilómetros a oeste da cidade do Huambo, vão beneficiar, no presente ano lectivo, de merenda escolar, numa iniciativa que visa diminuir o índice de desistência das crianças naquela circunscrição.

Pelo menos 5.259 alunos do ensino primário das comunidades rurais do interior do município da Caála, a cerca de 23 quilómetros a oeste da cidade do Huambo, vão beneficiar, no presente ano lectivo, de merenda escolar, numa iniciativa que visa diminuir o índice de desistência das crianças naquela circunscrição.
Em declarações à Angop, na terça-feira, o chefe de Repartição da Educação no município da Caála, Mateus Tchimbamba, informou que na sua área de jurisdição há mais desistências de alunos do ensino primário nas comunas da Catata e Cuima, onde os pais e encarregados de educação se dedicam maioritariamente à agricultura e criação de gado bovino.
De acordo com o chefe de Repartição da Educação, em 2012 cerca de sete mil alunos, maioritariamente do ensino primário, desistiram, devido a práticas agrícolas, pastagem de gado, trabalhos domésticos e outros de carácter agro-pecuário.
Este ano, a merenda escolar vai ser dada em 12 escolas do ensino primário. Mateus Tchimbamba disse que têm disponível material didáctico suficiente para os alunos de ensino primário, para garantir o êxito do processo educativo e resultados académicos positivos.
Considerando o problema de desistência de alunos, a Repartição da Educação está a trabalhar em parceria com as autoridades religiosas para massificar os programas de sensibilização sobre a importância do ensino.

Tempo

Multimédia