Províncias

Lavadores de carros beneficiam de apoio

Mário Clemente | Huambo

Um projecto que consiste em criar uma zona verde na área do Cuando, na província do Huambo, foi lançado pelo velocista paralímpico e recordista mundial de atletismo nos cem, duzentos e quatrocentos metros, José Sayovo.

Lançado terça-feira, a Leste da cidade do Huambo, o projecto da Associação Amigos de Sayovo visa ocupar os jovens lavadores de carros em projectos de jardinagem e de  plantação de árvores.
“O projecto consiste em criar uma zona verde na área do Cuando, onde os jovens lavadores de carros podem trabalhar como jardineiros e plantar árvores, evitando dedicarem-se em actividade menos dignas”, ressaltou Armando Sayovo.
Segundo Armando Sayovo, a escolha da área do Cuando deveu-se a questões ambientais, por ser uma zona onde a maioria dos utentes de viaturas lavam os seus carros, poluindo o rio com óleo, combustível e sabão.
Valentina Jeremias, porta-voz da Associação, afirmou que o projecto tem por objectivo sensibilizar os jovens e a comunidade para deixarem de contaminar o rio, uma vez que, em cada dia que passa, mais jovens de outras áreas juntam-se ali para lavar viaturas.
Confirmou que a área do Cuando está a degradar-se e a perder a beleza natural, deixando de ser uma zona turística, devido à contaminação provocada pelos resíduos resultantes da lavagem de viaturas.
Avançou que os jovens que fazem essa actividade na barragem do Cuando desconhecem os riscos que podem provocar à saúde, à sociedade e ao país.

Tempo

Multimédia