Províncias

Ligações facilitadas em áreas do Huambo

Justino Vitorino|Calenga

Cerca de dez mil linhas telefónicas fixas vão ser instaladas, este ano, em todos os municípios e em algumas comunas da província do Huambo, garantiu a vice-governadora para a Organização e Serviços Técnicos.

Com a instalação de mais linhas telefónicas a comunicação torna-se mais acessível
Fotografia: João Gomes

Cerca de dez mil linhas telefónicas fixas vão ser instaladas, este do ano, em todos os municípios e em algumas comunas da província do Huambo, garantiu, na quinta-feira, a vice-governadora para Organização e Serviços Técnicos.
Loti Nolika, que falava na abertura do II Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Tecnologia de Informação e Comunicação, que se realizou, na quinta e sexta-feira, na comuna da Calenga, referiu que, até 2007 Angola Telecom local tinha uma capacidade instaladora de quatro mil linhas limitadas apenas à sede do município do Huambo.
“Agora com o lançamento da fibra óptica prevê aumentar a capacidade instaladora de modo a estender a rede fixa a todos os municípios e a algumas comunas”, afirmou.
Loti Nolika disse que algumas acções têm vindo a ser desenvolvidas desde Março, como a substituição da estação meteorológica analógica por uma automática para as observações sinópticas, ajudando a segurança aeronáutica a nível da província.
A governante sublinhou que os Correios de Angola no Huambo conheceram melhorias, com a reabilitação e modernização das infra- estruturas, informatização dos serviços e introdução de uma sala de navegação da Internet.
Loti Nolika frisou que a estação dos correios do município do Bailundo, apesar da falta de equipamentos eficientes, tem funcionado com normalidade.
No mesmo âmbito de modernização de infra- estruturas foi reabilitada integralmente a estação dos correios do município do Ukuma, de acordo com o modelo tipo das novas tecnologias de informação concebidas pelo Ministério. 

Tempo

Multimédia