Províncias

Luvemba precisa de centro de saúde

Marcelino Dumbo/ Luvemba

O administrador da comuna da Luvemba no município do Bailundo, Tomé Vicente Kapoco, defendeu a necessidade de se construir um novo centro de saúde com maior capacidade de atendimento a doentes.

O administrador da comuna da Luvemba no município do Bailundo, Tomé Vicente Kapoco, defendeu a necessidade de se construir um novo centro de saúde com maior capacidade de atendimento a doentes.
Com cerca de 44 mil 928 habitantes, a comuna do Luvemba conta com um centro de saúde que funciona em instalações provisórias na sede comunal e dois postos nas localidades de Tchiteta e Tchinhala, localizadas a 20 e 25 quilómetros da vila.
A assistência sanitária é assegurada por 25 técnicos, entre enfermeiros e outros trabalhadores, e Tomé Vicente considera que a comuna precisa de mais unidades sanitárias para as ombalas de Njanju, Cavinda, Assongo, Essavi e Epila.
O administrador louvou a entrega e o empenho dos quadros da saúde da comuna que, apesar das dificuldades, tudo têm feito para reduzir os índices de mortalidade materno infantil e por malária.
As enfermeiras do centro materno infantil, Maurícia Calumbo e Mariana Namala Adolfo, disseram ao Jornal de Angola que, em média, são realizados 25 a 30 partos por mês, fora dos domicílios. Para o trabalho de parto domiciliar, as unidades sanitárias do Luvemba contam com a colaboração de 62 parteiras tradicionais e para as situações de urgência, o centro dispõe de uma ambulância que tem permitido a evacuação dos doentes em estado crítico para a sede do município do Bailundo.
Além disso, presta serviços de pediatria, medicina, obstetrícia e puericultura, atendendo maioritariamente pacientes provenientes das aldeias mais distantes da sede da comuna.
Maurícia Calumbo e Mariana Namala Adolfo salientaram a falta de material para reanimação de recém-nascidos em estado crítico, balanças e equipamentos de escritório
As doenças respiratórias e diarreicas agudas, parasitoses intestinais e paludismo são as mais frequentes na comuna do Luvemba.

Tempo

Multimédia