Províncias

Mais mercados para combater venda informal

A Administração Municipal do Huambo vai construir mais mercados com o intuito de acabar com a venda na via pública, anunciou o chefe da Repartição para os Assuntos Sociais.

Fotografia: JAIMAGEM

Domingos Bonifácio, que fez a revelação no final de uma visita a mercados informais no município, disse que esta actividade obstrói algumas vias rodoviárias e prejudica os espaços de lazer.
O desrespeito por parte de muitos vendedores aos apelos da Administração Municipal para não exercerem a actividade nos passeios, rotundas e praças, bem como o crescimento demográfico, afirmou, estão na base da situação.
A Administração Municipal, prometeu, vai continuar a criar condições para juntar os vendedores em locais apropriados para o comércio. Domingos Bonifácio alertou os vendedores informais para a existência de indivíduos que cobram irregularmente taxas de fiscalização em nome da administração.
O chefe da Repartição dos Serviços Sociais lamentou a existência de construções ilegais e de aterros sanitários em locais impróprios, “outro mal a ser combatido”.
Durante a visita foram vistos mercados informais em frente ao Hospital Geral, à entrada do Aeroporto, nos arredores do Banco Sol, Praça Agostinho Neto, Jardim da Cultura, Angola Telecom e no bairro de São João, além de duas construções clandestinas e um aterro sanitário em local inapropriado, no bairro do São João.

Tempo

Multimédia