Províncias

Maus-tratos dentro do lar aumentaram no Huambo

A direcção da Família e Promoção da Mulher no Huambo registou, este ano até ao dia 20, quase mil casos de violência doméstica, anunciou a sua responsável.

Autoridades estão empenhadas em intensificar as campanhas de sensibilização
Fotografia: Mota Ambrósio

A direcção da Família e Promoção da Mulher no Huambo registou, este ano até ao dia 20, quase mil casos de violência doméstica, anunciou a sua responsável.
A directora provincial disse que da lista de queixas sobressaem os casos de abandonos de lar, expulsões de casa, agressões físicas, adultérios, acusações de feitiçaria e incumprimentos de mesada.
Ao todo, afirmou, 607 foram resolvidos na direcção da Família e Promoção da Mulher, 148 encaminhados para o piquete da Polícia Nacional, 83 para o Tribunal Provincial e 142 estão em estudo para a sua resolução.
Maria do Rosário Amadeu considerou positivo balanço das actividades realizadas, este ano, pelo sector e referiu que para 2012 está previsto a intensificação das campanhas de sensibilização nas comunidades, igrejas, escolas e unidades militares e policiais.

Tempo

Multimédia