Províncias

Melhoria da imagem da cidade entre as prioridades

Estácio Camassete | Caála

O novo administrador municipal da Caála, Vítor Tchissingui, assegurou a realização em breve de várias acções de impacto social para a melhoria da imagem da cidade, no âmbito das principais apostas da sua gestão.

Estão em curso no município diversas acções de impacto social com destaque para a reabilitação e construção de infra-estruturas
Fotografia: DR

A construção de mais infra-estruturas sociais, requalificação de jardins, passeios e de ruas e o saneamento básico são algumas das empreitadas a serem realizadas nos próximos tempos, para proporcionar melhor aspecto à sede municipal.
 Nomeado recentemente pelo governador do Huambo, Kundi Paihama, Vítor Tchissingui afirmou que o incentivo à actividade agrícola nas quatro comunas é outra aposta, potenciando os camponeses com meios técnicos.
O administrador ressaltou que vão ser identificadas potenciais áreas agrícolas para a massificação da produção de cereais, explorar melhor os meios técnicos disponíveis e construir mais silos, aproveitando as vantagens que proporcionam as principais vias rodoviárias do município e o Caminho-de-Ferro de Benguela.
A fiscalização das empresas que exploram madeira e inertes no município vai ser intensificada, para cumprirem a legislação em vigor e o princípio da responsabilidade social, levando os recursos a beneficiar as comunidades, segundo o administrador.
Outra preocupação da Administração é a criação de mais postos de trabalho para milhares de jovens, aumento das receitas e do rendimento fiscal e a redução dos índices de pobreza.
No seu primeiro contacto com as populações, o administrador Vítor Tchissingui reconheceu as realizações de impacto social feitas no município e prometeu prosseguir os programas traçados pelo Governo, com vista a melhorar cada vez mais as condições sociais das populações.
O administrador pretende construir um novo bairro académico a nível da Caála e constituir um núcleo de ensino superior adstrito à Universidade José Eduardo dos Santos, assim como um instituto médio politécnico. As crianças provenientes do interior das comunas, acrescentou o administrador, vão ser alojadas num internato e a cidade vai possuir uma biblioteca municipal. Vítor Tchisingui exerceu antes o cargo de director do Gabinete de Estudo e Planeamento do Governo Provincial do Huambo e substitui Miguel Somakessenje, que passa a ocupar a pasta de primeiro secretário do MPLA no município da Caála.

Rainha do milho


O governador provincial do Huambo, Kundy Paihama, manifestou o desejo de ver a Caála voltar a ostentar o título de “rainha do milho”, tendo em conta as suas potencialidades agrícolas.
O município tem condições para voltar a ostentar o título, já que existem factores técnicos e potencialidades para a produção em grande escala de produtos agrícolas diversos. “Queremos ver o município da Caála a melhorar cada vez mais, até que adquira o estatuto de segunda cidade da província do Huambo”, disse o governador  Kundy Paihama.
O governador prometeu massificar o desporto no município, com a construção, ainda este ano, de 28 campos de futebol, 11 em todo o território da Caála, para que a cidade se torne igualmente num viveiro de talentos desportivos a nível da província.
“A Caála tem uma localização geoestratégica e, por isso, merece um tratamento especial para a valorização do património do Estado, dos bens naturais, potencial agrícola e recursos humanos”, disse o governador.

Tempo

Multimédia