Províncias

Mercado de trabalho com mais licenciados

Filipe da Silva | Huambo

A Faculdade de Direito da Universidade José Eduardo dos Santos, no Huambo, põe à disposição do mercado de trabalho, até ao final do ano em curso, mais 113 juristas, segundo o decano da referida instituição, João Valeriano.

Decano da Faculdade de Direito da Universidade José Eduardo dos Santos
Fotografia: Garcia Mayatoko | Edições Novembro - Mbanza Kongo

O decano da Faculdade de Direito disse ao Jornal de Angola que boa parte dos estudantes do grupo de finalistas tem potencialidades para fazer parte do quadro docente.
Segundo João Valeriano, a direcção da Faculdade de Direito, que comemora oito anos desde que passou de Núcleo de Direito do Huambo da Universidade Agostinho Neto para Faculdade de Direito da Universidade José Eduardo dos Santos, pretende dotar a mesma de quadros cada vez mais qualificados, que lhe permitam estar entre as cinco melhores faculdades do ramo das ciências jurídicas do país.
“A nível da nossa academia, estamos todos satisfeitos e confiantes num futuro de grandes conquistas, proporcionando continuamente qualidade de ensino aos nossos estudantes e trabalhando incessantemente para colocarmos a nossa faculdade entre as melhores do país, no ensino das ciências jurídicas, e na melhor unidade orgânica da Universidade José Eduardo dos Santos”, afirmou João Valeriano.
O professor João Valeriano defende o aumento da qualidade técnico-profissional do quadro docente, que conta, de momento, com apenas três professores do quadro efectivo e 49 sob regime de contrato, todos de nacionalidade angolana.
A Faculdade de Direito da Universidade José Eduardo dos Santos já colocou à disposição do mercado de trabalho 88 juristas, fruto de duas formaturas académicas, realizadas em 2015 e 2016.
Neste momento, estão a frequentar o curso de mestrado na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa 15 juristas, formados no período acima referenciado, que, futuramente, vão reforçar o corpo docente da instituição.
“Temos a frequentar um curso de mestrado na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, nas diferentes áreas das ciências jurídicas, 15 juristas formados na nossa instituição, entre os quais quatro senhoras. São o nosso grande orgulho e, futuramente, irão fazer parte do nosso já qualitativo quadro docente”, aponta.
Entre os 113 futuros juristas, que recebem os seus diplomas de graduação brevemente, existem 23 jovens, entre os 24 e os 26 anos, aos quais a Faculdade de Direito da Universidade José Eduardo dos Santos pretende incutir o gosto pela carreira docente, estando em busca de apoios financeiros, para, num futuro muito breve, proporcionar condições que lhes permitam frequentar cursos de mestrado e doutoramento em universidades congéneres, com as quais possui convénios na área de formação, nomeadamente em Portugal e Brasil.
A Faculdade de Direito existe como unidade orgânica da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES) desde 2009, altura em que deixou de ser núcleo da Universidade Agostinho Neto, quando foram criadas, pelo Estado angolano, diversas universidades públicas, no âmbito da reestruturação do ensino superior no país, fazendo a UJES parte da V Região Académica, que engloba, para além da província do Huambo, as do Bié e do Moxico.

Tempo

Multimédia