Províncias

Milhares de salas de aula disponíveis no Huambo

Estácio Camassete | Cuima

As salas de aulas para os alunos do primeiro nível ao segundo ciclo de ensino secundário na província do Huambo, no presente ano lectivo, ultrapassam as seis mil, anunciou o vice-governador local para o Sector Político.

Guilherme Tuluka reconheceu, durante o acto que marcou o início do ano lectivo no sector de Akolongondjo, município da Caála, que o número de salas ainda está muito aquém das necessidades existentes, tendo em conta o crescimento anual da população estudantil nestes níveis. Para colmatar o défice, a província necessita de pelo menos mais cinco mil salas e um número elevado de professores.
O presente ano lectivo foi contemplado com cerca de quatro milhões de manuais escolares diversos para o ensino primário, a serem distribuídos gratuitamente. Batas, calçado, cadernos, borrachas e lápis também são distribuídos e nas zonas mais carenciadas é dada prioridade ao programa de merenda escolar.
A cerimónia ficou marcada também pela inauguração de uma escola primária de dez salas de aulas, com capacidade de mil alunos, que vai funcionar em dois turnos, na localidade de Akolongondjo. O ano lectivo 2015 marca uma viragem no sistema de ensino, por ser o ano em que o Executivo traçou como meta o início da aplicação de um ensino de qualidade, o que exige maior engajamento de todos os agentes da Educação.
O Governo Provincial entregou cerca de 12 motorizadas aos inspectores da Educação do município, no sentido de fiscalizar o trabalho nas escolas, bem como material escolar para os alunos de Akolongondjo.

Tempo

Multimédia