Províncias

Muitas famílias ocultam casos de violência

O chefe do serviço provincial do Instituto Nacional da Criança (INAC) no Huambo, Aurélio Augusto, disse que existem ainda famílias que ocultam casos de violência doméstica contra menores, com intuito de salvaguardar o lar, desonrando todos os compromissos assumidas em defesa das crianças.

Fotografia: DR

 “ Existem muitos casos de maus tratos, exploração e abusos sexuais contra menores no seio das comunidades na província, que são ocultados pelos seus progenitores”, salientou. Aurélio Augusto disse que a instituição, com o apoio de parceiros sociais, tem realizado campanhas de sensibilização nos bairros, aldeias e nas zonas urbanas, para reduzir o índice da violência doméstica contra menores. Para o mês dedicado à criança, acrescentou, estão gizados vários programas de concertação com os parceiros sociais, para juntos reflectirem sobre os passos dados em prol da criança. Destacou que, a nível dos municípios, o programa dos onze compromissos é coordenado pelas administrações e que existem muitos relatos de violência contra menores, todos os dias.

Tempo

Multimédia