Províncias

Município da Calenga precisa de mais escolas

Justino Vitorino e Filipe da Silva | Calenga

Calenga, na Caála, precisa de escolas do segundo ciclo do ensino secundário, afirmou ao Jornal de Angola o administrador comunal.

Muitos alunos são obrigados a percorrer longas distâncias para dar sequência aos estudos
Fotografia: Jornal de Angola

Calenga, na Caála, precisa de escolas do segundo ciclo do ensino secundário, afirmou ao Jornal de Angola o administrador comunal.
Samuel Ntima disse que Calenga tem mais de 600 alunos que podem frequentar o segundo ciclo do ensino secundário na comuna, mas que por falta de escolas muitos deles têm de percorrer longas distâncias para o fazer.  
A comuna tem neste ano lectivo mais de 12 mil alunos do ensino primário ao primeiro ciclo do ensino secundário, 203 professores e 18 escolas, oito das quais de construção definitiva Além de mais estabelecimentos de ensino, referiu o administrador  Samuel Ntima , são precisas casas para os professores. “Também estamos preocupados com as faltas constantes de alguns professores, que se furtam a trabalhar nas aldeias”, lamentou.

Sector da Saúde

A comuna da Calenga tem quatro postos e um centro de saúde, com capacidade para internar 20 doentes. A assistência à população é garantida por 175 técnicos, entre enfermeiros e auxiliares.
“Temos também falta de ambulâncias para transportar os doentes para o Hospital Municipal da Caála e de mais técnicos de enfermagem”, disse o administrador  Samuel Ntima.

Tempo

Multimédia