Províncias

Novas infra-estruturas no município do Ucuma

O Ucuma tem a partir de Abril novas infra-estruturas sociais, afirmou à Angop a administradora municipal adjunta.

Expansão de serviços da Saúde permite a diminuição dos índices de mortalidade na região
Fotografia: Jornal de Angola

O Ucuma tem a partir de Abril novas infra-estruturas sociais, afirmou à Angop a administradora municipal adjunta.
Furtuosa Cassinda disse que estão a ser construídos dois postos de saúde, na povoação do Eyvu e na comuna do Mundundu, uma escola de quatro salas, na aldeia de Pessela, e outra de 12, nos arredores da vila.
As infra-estruturas, em fase de acabamento, declarou, podem ser inauguradas em 4 de Abril por ocasião das celebrações do 11º aniversário da paz em Angola.
No mesmo dia, referiu, podem ser entregues as primeiras 16 casas sociais construídas pelo Fundo de Apoio Social na reserva fundiária da comuna sede do município e um recinto polidesportivo.
Por outro lado, a circulação entre os bairros Calundo e da Chivela ficou cortada ontem, em consequência do desabamento da ponte sobre o Rio Calopato, como resultado das enxurradas que se fazem sentir nos últimos dias na província do Huambo. O regedor do bairro, Justilino Pessela, disse que este desabamento da ponte está a dificultar a circulação das pessoas e viaturas, que utilizam a via como alternativa para o acesso ao mercado da Quissala.
 conhecido por “Alemanha”.
 “Estamos preocupados porque muitas crianças do bairro do Calundo estudam na escola da Chivela. Nesta altura, os pais e encarregados de educação estão a arranjar forma de facilitar a travessia, principalmente das crianças que têm de assistir às aulas, enquanto aguardamos pela intervenção do Governo”, explicou.
A ponte sobre o Rio Calopato, com aproximadamente três metros de comprimento e quatro de largura, foi reabilitada em 2007, pelo Fundo de Poio Social (FAS).

Tempo

Multimédia