Províncias

Organização Força Saúde dá assistência às populações

A Organização não-governamental Força Saúde, de origem americana, foi elogiada, na sexta-feira, na cidade do Huambo, pelo seu empenho na melhoria da assistência médica e medicamentosa às populações desta região do país.

Província melhora assistência sanitária
Fotografia: Dombele Bernardo

O elogio veio do vice-governador local para o sector Social e Político, Guilherme Culuca, ontem, no encerramento do projecto desta organização, financiada pela Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional, (USAID).
O vice-governador provincial disse que as acções da Força Saúde, desde Outubro de 2011, permitiram o alargamento das políticas do governo voltadas à assistência sanitária, em aspectos relacionados ao combate do VIH/SIDA, malária e o planeamento familiar, tendo como resultado a redução da mortalidade materno-infantil e da população em geral.
De forma particular, Guilherme Culuka informou que as acções de prevenção e combate da malária permitiram a elaboração de um programa para a pré-eliminação da doença, através do controlo do vector que transmite igualmente doenças como a dengue, filariose linfática, febre-amarela, zika vírus, entre outras.
Outros aspectos destacados por Guilherme Culuca, fruto do empenho da Força Saúde, são a municipalização dos serviços de saúde, o reforço dos sistemas de informação e planificação sanitária. “Estas acções fizeram com que Huambo fosse a primeira província do país a elaborar os seus planos municipais de desenvolvimento sanitário, cuja versão final foi editada pelos Estados Unidos da Améric”, frisou Guilherme Culuca, que informou que os resultados alcançados no âmbito da parceria, o Governo da província procede em 2017 ao balanço final das actividades, com a finalidade de reprogramar a continuidade de algumas acções até 2025, como consta no Plano Nacional de Desenvolvimento.
Deste modo, prosseguiu Guilherme Culuca, pretende-se colocar à disposição dos chefes de saúde pública, administradores e directores municipais de saúde, instrumentos valiosos para continuarem, cada vez mais, com os programas de prevenção de doenças, melhoria do diagnóstico, tratamento dos doentes e o seguimento dos mesmos nas comunidades, com vista à promoção da saúde.

Tempo

Multimédia