Províncias

Parteiras tradicionais são formadas na Caála

Justino Vitorino | Caála

Um total de 220 parteiras tradicionais do município da Caála, na província do Huambo, participam  num curso de especialização, no âmbito das acções de redução de mortes maternas e infantis nas zonas rurais.

Fotografia: DR

A acção formativa, promo-vida pela Direcção da Famí-lia e Promoção da Mulher, em parceria com o sector da Saúde, visa dotar a parteiras tradicionais de competências que lhes permitam desenvolver melhor a actividade.
A administradora-adjunta do Huambo, para o Sector Social, Maria Humbilina, disse que o Governo da província  vai, nos próximos anos, dar maior atenção aos cursos de especialização e profissionalização das parteiras tradicionais, para melhorar a prestação de serviços nas unidades sanitárias da região. 
Maria Humbilina, que realçou o papel que as parteiras têm desempenhado nas co-munidades, acrescentou que  “o curso pretende dar oportunidade de aumento do nível académico das mulheres que exercem a referida profissão, com maior realce para as que estão viradas para a área tradicional, pois terão a possibilidade de conhecer outras técnicas”.
“A acção de formação se reveste de grande importância por dotar as parteiras de conhecimentos que lhes permitem um melhor acompanhamento e aconselhamento às grávidas, como também facilitar e melhorar os métodos de assistência ao parto, reduzindo os riscos que lhe estão associados”, disse Maria Humbilina que acrescentou que a redução da taxa de mortalidade materna no país, em particular na província do Huambo, é uma das metas a serem alcançadas.

Tempo

Multimédia